Suíno Preço Base
Cooper Central Aurora: R$ 3,70
Pamplona: R$ 3,70
BRF (Sadia/Perdigão): R$ 3,60
JBS Foods: R$ 3,50
+ Bonificação de Carcaça (Média da Bonificação 10%)

Ver Histórico

Bolsa de Suínos
Santa Catarina: R$ 5,03
São Paulo: R$ 5,44
Minas Gerais: R$ 5,60
Paraná: R$ 4,90

Ver Histórico

Mercado de Grãos - Santa Catarina
Milho: R$ 41,40 (Referência Copérdia)
Farelo de Soja: R$ 1,35

Ver Histórico

 
Links da Suinocultura
ABCS
ABPA
CANAL RURAL
CEPEA
CIDASC
CNA
EMBRAPA
FAESC SENAR/SC
FATMA
MAPA
MDIC
NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
O PRESENTE RURAL
PÁGINA RURAL
PORKWORLD
SAFRAS & MERCADO
SEC. DA AGRICULTURA
SUINO.COM
SUINOCULTURA INDUSTRIAL
TERRA VIVA
ou data:
06/07/2018
KOTLET SCHABOWY - POLÔNIA
 


A maioria das pessoas que não sabe muito sobre a Polônia e quem precisa viajar ao país tem bastante receio com relação à alimentação. A culinária polonesa tem uma forte influência das cozinhas turca, alemã, italiana, francesa, russa, húngara e judaica e passou por várias mudanças devido a acontecimentos históricos.

Após a Segunda Guerra Mundial, a Polônia ficou sob ocupação comunista. Com o tempo, a economia da escassez fez com que carnes, ovos, leite, café e muitos alimentos básicos diários sumissem da mesa dos poloneses. Isso fez com que a culinária tradicional fosse substituída por qualquer coisa que estivesse disponível naquele momento. Quase todos os restaurantes foram fechados e foram criados refeitórios para os trabalhadores. Os refeitórios tinham os preços muito baixos e neles eram oferecidas sopas de todos os tipos. O prato mais popular até hoje é o kotlet schabowy – bisteca de porco empanada servidas com batata cozida.

Os poloneses têm hábitos alimentares bem diferentes dos praticados na América Latina. O almoço, principal refeição do dia, é servido entre às 15h e 17h devido ao horário de saída do trabalho e ao fato dos funcionários não terem horário de almoço, apenas pausas para pequenos lanches.

A refeição sempre começa com um prato de sopa, seguido pela receita principal, que em muitos casos utiliza a carne suína, linguiças ou peixes.

---

Most people don’t know much about Poland and those who need to travel to the country often fear with regard to food. The Polish culinary has a strong influence from Turkish, German, Italian, French, Russian, Hungarian and Jewish cuisines and went through several changes due to historic events.

After the Second World War, Poland stood under communist occupation. With time, the economic sparsity caused meats, eggs, milk, coffee and many basic daily foods to disappear from Polish tables. This caused the traditional culinary to be replaced with anything available at the time. Almost all restaurants were closed and cafeterias were created for the workers. The cafeterias had very low prices e offered soups of all kinds. The most popular dish until today is the kotlet schabowy – breaded pork chops served with cooked potatoes.

The Poles have food habits quite different from the Latin American ones. The lunch, the main meal of the day, is served between 3 and 5 p.m. due to the workers’ departure time and to the fact that the employees don’t have lunch break, only pauses for quick snacks.

The meal always starts with a soup plate, followed by the main recipe, which often utilizes pork, sausages or fish.

Confira o vídeo

VEJA TAMBÉM
20/12/2018 - Pernil à pururuca
19/12/2018 - Filé mignon suíno recheado
12/12/2018 - PASTEL DE CARNE SUÍNA
02/12/2018 - TORTA SALGADA DE CARNE SUÍNA
16/08/2018 - DEUNG GALBI - COREIA DO SUL
16/08/2018 - CARNE DE PORCO À ALENTEJANA - PORTUGAL
 
 
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
CEP: 89700-089
Diretoria
Granjas de Material Genético
50 anos de ACCS
55 anos de ACCS
Relatórios Anuais
Frente Parlamentar
Núcleos e Associações
50 anos ACCS
55 anos ACCS
Rádio ACCS
TV ACCS
Notícias
Links da Suinocultura
Receitas
Newsletter
Agenda de Eventos
Previsão do Tempo
Galeria de Fotos
© - Ideia Good - Soluções para Internet