Suíno Preço Base
Cooper Central Aurora: R$ 3,80
Pamplona: R$ 3,80
BRF (Sadia/Perdigão): R$ 3,70
JBS Foods: R$ 3,70
+ Bonificação de Carcaça (Média da Bonificação 10%)

Ver Histórico

Bolsa de Suínos
Santa Catarina: R$ 4,57
São Paulo: R$ 5,07
Minas Gerais: R$ 5,30
Paraná: R$ 5,08

Ver Histórico

Mercado de Grãos - Santa Catarina
Milho: R$ 41,40 (Referência Copérdia)
Farelo de Soja: R$ 1,35

Ver Histórico

 
Links da Suinocultura
ABCS
ABPA
CANAL RURAL
CEPEA
CIDASC
CNA
EMBRAPA
FAESC SENAR/SC
FATMA
MAPA
MDIC
NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
O PRESENTE RURAL
PÁGINA RURAL
PORKWORLD
SAFRAS & MERCADO
SEC. DA AGRICULTURA
SUINO.COM
SUINOCULTURA INDUSTRIAL
TERRA VIVA
 
ou data:
NOTÍCIAS DE MERCADO
05/06/2019 às 9h11
Taxação dos EUA pode acelerar abertura do México para suínos de SC
Mexicanos poderiam trocar compras do vizinho por carnes do Brasil
Compartilhe esta notícia:

O anúncio do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de taxar produtos mexicanos como forma de pressão para conter a imigração ilegal pode acelerar a abertura do México aos suínos de Santa Catarina. Essa é a avaliação do secretário de Agricultura do Estado, Ricardo de Gouvêa. Na semana passada, Trump afirmou que a taxação será de 5% a partir de 10 de junho, com projeção de chegar a 25% até outubro.
 
– Se os Estados Unidos efetivamente taxarem os produtos mexicanos a tendência é de medidas recíprocas. Com isso o Brasil teria uma boa possibilidade fornecer frangos e suínos para os mexicanos. Isso pode acelerar a abertura do mercado de suínos. Os mexicanos estiveram aqui no ano passado, fizeram um relatório e agora o Ministério da Agricultura está respondendo aos questionamentos. Concluída essa etapa e sendo aprovada ai faltaria apenas a confecção do certificado sanitário para que fossem liberadas as exportações – disse Gouvêa.
 
O analista do setor de carnes do Centro de Socieconomia e Planejamento Agrícola (Cepa) da Epagri, Alexandre Giehl, também acredita que a imposição de taxas poderá gerar uma mudança de compras dos mexicanos.
 
– O México é o segundo maior importador mundial de carne de frango e o terceiro maior importador de carne suína. Em 2017, de toda a carne suína importada pelos mexicanos 90% era oriunda dos EUA. No Frango o percentual foi de 77% dos Estados Unidos e 20% do Brasil. Mas essa participação pode aumentar, tanto pela substituição do que atualmente vem dos EUA, quando pela substituição da carne suína pela carne de frango – disse Giehl.
 
Nos primeiros quatro meses de 2019 Santa Catarina exportou 5,6 mil toneladas de frango para os mexicanos, o que representou uma queda de 51% em relação às 11 mil toneladas do mesmo período do ano passado. Em faturamento houve uma quedad e 39%, de US$ 18 milhões para US$ 11 milhões.
 
Giehl disse que essa queda foi motivada por um período em que estavam expirando as cotas de exportações brasileiras, mas que no final do ano passado foram renovadas. Inclusive houve um incremento de 55 mil toneladas em relação às 300 mil toneladas anteriores, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).
 
Já o presidente da Associação Catarinense de Avicultura, José Antonio Ribas Júnior está mais cauteloso.  Ele teme que uma briga do México com os Estados Unidos possa atrapalhar as vendas brasileiras de frango.

Fonte: Darci Debona/Diário Catarinense
 
Comentário
 
      Nenhum comentário para esta notícia!
Deixe seu Comentário para a notícia "Taxação dos EUA pode acelerar abertura do México para suínos de SC "
(*) - Todos os campos são de preenchimento obrigatório.
Seu Nome*:
Seu E-mail*:
(o email não será publicado)
Cidade*:
Estado*:
Comentário*:
  500 caracteres restantes.
Eu li e aceito as regras de publicação de comentários. VER REGRAS

VEJA TAMBÉM - Outras Notícias da Categoria NOTÍCIAS DE MERCADO
23/07/2019 - Rádio Rural | 60 anos da ACCS
22/07/2019 - FAO notifica mais seis casos de peste suína africana na Ásia
A divisão da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) informou que seis novos focos da peste suína...
19/07/2019 - Em busca de ajuste, preços do suíno vivo recuam
Os preços do suíno vivo tiveram queda, nos últimos dias, de acordo com as associações regionais. A retração atingiu praticamente...
18/07/2019 - China admite falha no combate a Peste Suína Africana
A China mostrou deficiências em alguns aspectos da prevenção da peste suína africana, e a situação continua complicada e grave,...
17/07/2019 - Custos de produção de suínos e de frangos de corte disparam em junho
Os gastos com a nutrição de suínos e frangos de corte fizeram os custos de produção terem um aumento significativo em junho...
16/07/2019 - Valor da Produção Agropecuária é estimado em R$ 602,8 bilhões em 2019
O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) estimado para 2019, com base nas informações de junho, é de R$ 602,8 bilhões, com...
16/07/2019 - Santa Catarina encerra o primeiro semestre com alta de 56% nas exportações de carnes
Maior produtor nacional de suínos e segundo maior produtor de aves do Brasil, Santa Catarina fecha o primeiro semestre com...
15/07/2019 - Suinocultores ficam aliviados após BRF e Marfrig desistirem de fusão
A BRF e a Marfrig anunciaram na quinta-feira, dia 11, que desistiram da fusão, anunciada há cerca de 40 dias. O motivo, segundo...
10/07/2019 - Brasil e Paraguai fecham acordo para fortalecer controle sanitário na fronteira
Brasil e Paraguai firmaram nesta terça-feira (9) um memorando de entendimento sobre temas na área sanitária animal e vegetal. O...
10/07/2019 - Mapa divulga tarifas e cotas com novo acordo
Com o acordo Mercosul-União Europeia, cerca de 99% das exportações agrícolas brasileiras terão as tarifas eliminadas (zeradas) ou...
 
 
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
CEP: 89700-089
Diretoria
Granjas de Material Genético
50 anos de ACCS
55 anos de ACCS
Relatórios Anuais
Frente Parlamentar
Núcleos e Associações
50 anos ACCS
55 anos ACCS
Rádio ACCS
TV ACCS
Notícias
Links da Suinocultura
Receitas
Newsletter
Agenda de Eventos
Previsão do Tempo
Galeria de Fotos
© - Ideia Good - Soluções para Internet