Suíno Preço Base
Cooper Central Aurora: R$ 3,80
Pamplona: R$ 3,80
BRF (Sadia/Perdigão): R$ 3,70
JBS Foods: R$ 3,70
+ Bonificação de Carcaça (Média da Bonificação 10%)

Ver Histórico

Bolsa de Suínos
Santa Catarina: R$ 4,57
São Paulo: R$ 5,07
Minas Gerais: R$ 5,30
Paraná: R$ 5,08

Ver Histórico

Mercado de Grãos - Santa Catarina
Milho: R$ 41,40 (Referência Copérdia)
Farelo de Soja: R$ 1,35

Ver Histórico

 
Links da Suinocultura
ABCS
ABPA
CANAL RURAL
CEPEA
CIDASC
CNA
EMBRAPA
FAESC SENAR/SC
FATMA
MAPA
MDIC
NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
O PRESENTE RURAL
PÁGINA RURAL
PORKWORLD
SAFRAS & MERCADO
SEC. DA AGRICULTURA
SUINO.COM
SUINOCULTURA INDUSTRIAL
TERRA VIVA
 
ou data:
NOTÍCIAS DE MERCADO
10/06/2019 às 8h48
Suíno vivo em valorização; em MG chega a R$ 5,30
Dos oito estados consultados pela Suinocultura Industrial, sete registraram valorização no quilo do suíno
Compartilhe esta notícia:

O forte crescimento das exportações brasileiras de carne suína nos cinco primeiros meses de 2019, da ordem de 20% sobre o mesmo período de 2018, teve reflexos positivos sobre os preços do animal vivo.

Dos oito estados consultados pela Suinocultura Industrial, sete registraram valorização no quilo do suíno. Em Minas Gerais, o animal vivo chegou a R$ 5,30, enquanto que em São Paulo o preço ficou em R$ 5,22 nesta semana. Os preços dos estados podem ser consultados aqui.
 
A última reunião entre produtores e frigoríficos mineiros terminou com um avanço de 6% no preço do animal comercializado vivo, conforme a Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (Asemg). O valor era R$ 5 até a semana passada, mas chegou a R$ 5,30 agora.
 
No território paulista, o preço do quilo do suíno vivo era R$ 4,80 em 21 de maio. Nesta semana, o valor já havia chegado a R$ 5,22, ou seja, um avanço de 8,75%, conforme a Associação Paulista dos Criadores de Suínos (APCS).
 
“Os preços do suíno vivo no estado de São Paulo vem sofrendo nas últimas quatro semanas consecutivamente um realinhamento de preços, motivados pelo crescimento no volume e no valor nas exportações pago pelo mercado internacional”, conta o presidente da APCS, Waldomiro Ferreira Júnior.
 
Segundo ele, o mercado no momento sofre uma redução na oferta em relação à demanda por suíno vivo em todos os estados da federação. Os preços no momento tiram o produtor do “vermelho” em que estava acumulado por 16 meses, diz Ferreira Júnior.
 
O presidente da APCS calcula que, hoje, a relação com o maior componente no custo de produção, o grão milho, está 1:2,4, ou seja, uma arroba suína compra 2,4 sacas de milho. Para ele, o ideal ainda não foi atingido, que seria uma relação de troca de uma arroba do animal por três sacas de milho.
 
“Portanto, pela expectativa do setor e em função da redução da oferta e da safra recorde de milho, espera-se uma relação ainda melhor ao produtor de suínos. Nada mais justo, pois, o produtor sofreu muito nos últimos tempos”, avalia Ferreira Júnior.
 
Nos estados do Sul, que são os principais produtores de carne suína do Brasil, os preços do suíno vivo tiveram valorização, mas ainda não chegaram aos R$ 5. A maior alta foi no Paraná, onde o quilo do animal vendido vivo chegou a R$ 4,80, conforme a Associação Paranaense de Suinocultores (APS). O avanço foi de 10,34% sobre os R$ 4,35 de 21 de maio.
 
No território gaúcho, o suíno vivo chegou a R$ 4,68, como resultado de uma valorização de 7,59% entre os dias 21 de maio e 6 de junho. As informações são da Associação dos Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs).
 
Já no principal produtor e exportador da proteína, Santa Catarina, o animal vivo chegou a R$ 4,64. O valor é resultado de alta de 5,22%, no comparativo entre 21 de maio e esta semana.
 
Em Goias, o preço do suíno vivo chegou a R$ 5, de acordo com a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), como resultado de valorização de 11,11% ante os R$ 4,50 anteriores. Já no Distrito Federal, o quilo do animal vivo chegou a R$ 4,84. Alta de 6,84% sobre o preço de R$ 4,53 registrado em 21 de maio, conforme números da DF Suin.
 
No Mato Grosso, o preço médio do suíno vendido vivo permanece em R$ 3,65 desde a primeira quinzena de abril, aponta a ABCS.

Fonte: Suinocultura Industrial
 
Comentário
 
      Nenhum comentário para esta notícia!
Deixe seu Comentário para a notícia "Suíno vivo em valorização; em MG chega a R$ 5,30"
(*) - Todos os campos são de preenchimento obrigatório.
Seu Nome*:
Seu E-mail*:
(o email não será publicado)
Cidade*:
Estado*:
Comentário*:
  500 caracteres restantes.
Eu li e aceito as regras de publicação de comentários. VER REGRAS

VEJA TAMBÉM - Outras Notícias da Categoria NOTÍCIAS DE MERCADO
23/07/2019 - Rádio Rural | 60 anos da ACCS
22/07/2019 - FAO notifica mais seis casos de peste suína africana na Ásia
A divisão da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) informou que seis novos focos da peste suína...
19/07/2019 - Em busca de ajuste, preços do suíno vivo recuam
Os preços do suíno vivo tiveram queda, nos últimos dias, de acordo com as associações regionais. A retração atingiu praticamente...
18/07/2019 - China admite falha no combate a Peste Suína Africana
A China mostrou deficiências em alguns aspectos da prevenção da peste suína africana, e a situação continua complicada e grave,...
17/07/2019 - Custos de produção de suínos e de frangos de corte disparam em junho
Os gastos com a nutrição de suínos e frangos de corte fizeram os custos de produção terem um aumento significativo em junho...
16/07/2019 - Valor da Produção Agropecuária é estimado em R$ 602,8 bilhões em 2019
O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) estimado para 2019, com base nas informações de junho, é de R$ 602,8 bilhões, com...
16/07/2019 - Santa Catarina encerra o primeiro semestre com alta de 56% nas exportações de carnes
Maior produtor nacional de suínos e segundo maior produtor de aves do Brasil, Santa Catarina fecha o primeiro semestre com...
15/07/2019 - Suinocultores ficam aliviados após BRF e Marfrig desistirem de fusão
A BRF e a Marfrig anunciaram na quinta-feira, dia 11, que desistiram da fusão, anunciada há cerca de 40 dias. O motivo, segundo...
10/07/2019 - Brasil e Paraguai fecham acordo para fortalecer controle sanitário na fronteira
Brasil e Paraguai firmaram nesta terça-feira (9) um memorando de entendimento sobre temas na área sanitária animal e vegetal. O...
10/07/2019 - Mapa divulga tarifas e cotas com novo acordo
Com o acordo Mercosul-União Europeia, cerca de 99% das exportações agrícolas brasileiras terão as tarifas eliminadas (zeradas) ou...
 
 
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
CEP: 89700-089
Diretoria
Granjas de Material Genético
50 anos de ACCS
55 anos de ACCS
Relatórios Anuais
Frente Parlamentar
Núcleos e Associações
50 anos ACCS
55 anos ACCS
Rádio ACCS
TV ACCS
Notícias
Links da Suinocultura
Receitas
Newsletter
Agenda de Eventos
Previsão do Tempo
Galeria de Fotos
© - Ideia Good - Soluções para Internet