Suíno Preço Base
Cooper Central Aurora: R$ 3,00
Pamplona: R$ 3,00
BRF (Sadia/Perdigão): R$ 3,00
JBS Foods: R$ 3,10
+ Bonificação de Carcaça (Média da Bonificação 10%)

Ver Histórico

Bolsa de Suínos
Santa Catarina: R$ 3,10
São Paulo: R$ 3,68
Minas Gerais: R$ 4,10
Paraná: R$ 3,40

Ver Histórico

Mercado de Grãos - Santa Catarina
Milho: R$ 30,00 (Referência Copérdia)
Farelo de Soja: R$ 1,17

Ver Histórico

 
Links da Suinocultura
ABCS
ABIPECS
CANAL RURAL
CEPEA
CHEFF MUELLER
CIDASC
DESENVOLVIMENTO GOV.
EMBRAPA
FAESC SENAR/SC
FATMA
NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
PÁGINA RURAL
PORKWORLD
PRESENTE RURAL
SAFRAS & MERCADO
SEC. DA AGRICULTURA
SUINO.COM
SUINOCULTURA INDUSTRIAL
SUINOS.COM.BR
TERRA VIVA
 
55 Anos de Associação Catarinense de Criadores de Suínos

Nossa história é feita de sentimentos. Guardados e presentes em nosso coração que bate há 55 anos. Dentro dele, experiências que jamais serão esquecidas. Imagens de um tempo, que não está tão longe, mas que deixou marcas, que para sempre farão parte de nossa existência. Foi um tempo de transformação. O início, do que seria hoje, a principal atividade econômica do agronegócio catarinense, reconhecida no mundo todo, a nossa suinocultura.

Um pouco da História da Suinocultura
No Oeste de Santa Catarina, nesta cidade de 80 anos de história (Concórdia/SC), nasceu um setor organizado, com as tradições mais evidentes, e que daria um salto em evolução surpreendente em apenas cinco décadas e meia.

Os primeiros agricultores a colonizar as terras próximas à Concórdia, já criavam porcos para consumo da própria família. E o que seria um costume tornou-se um negócio, há 70 anos a primeira indústria a ser criada para a produção de carne de porco e banha, nasceu. E nos anos de 1950, os cinco principais frigoríficos oestinos, já empregavam mais de 1700 funcionários. (Sadia / Perdigão / Chapecó / Seara/ Pagnoncelli)

Nasceram as primeiras granjas especializadas, incentivadas pelas indústrias para ampliar a qualidade do produto das raças existentes. Pouco tempo depois, nasceu a primeira organização Estadual a se preocupar com a qualidade da suinocultura e com a defesa dos interesses dos produtores, a ACCS – Associação Catarinense de Criadores de Suínos. Um grupo de 81 pessoas, entre produtores, representantes de agroindústria, e da sociedade em geral, deliberaram no dia 04 de Julho de 1959 pela formação da Entidade. E em 24 de Julho de 1959, a ACCS foi oficializada e após um mês, elegeu seu primeiro presidente, e sua diretoria.

A ACCS associou os primeiros produtores, acompanhou o nascimento de granjas que até hoje mantem-se ativas. Iniciou um trabalho de genética, sanidade, tradição e consumo diante de todo o Estado Catarinense. Foi a pioneira implantando no País a primeira central de sêmen, visando o melhoramento das raças, maior produção de carne por animal - menos gordura, realizando exposições de suínos vivos e julgamento de animais. A gestão do Setor da Suinocultura começou há 55 anos e todos que lideraram a entidade buscaram sempre o melhor para o setor em seu tempo.


Evolução da Suinocultura – Papel da ACCS
Doar-se ao setor da suinocultura foi um compromisso assumido pela Associação. Anos de lutas, décadas de ações incansáveis, a busca pelo atendimento às necessidades do suinocultor transformou a ACCS em uma Entidade viva.

Se hoje, estamos unidos, suinocultores, indústrias, governos, empresas do setor, é porque a ACCS está presente na suinocultura, como a principal aliada para o desenvolvimento da atividade.

Após contribuir para formar uma suinocultura de excelência, ao longo das últimas cinco décadas, a nossa Entidade participou com grande responsabilidade de ações que mudaram o valor da suinocultura catarinense. É como se o nosso coração batesse mais forte diante de cada conquista anunciada, conquistas que só aconteceram para o setor.

Conquistar esse reconhecimento (Reconhecimento da OIE – Organização Mundial de Saúde Animal para com Santa Catarina, como área livre de febre aftosa sem vacinação) tornou a suinocultura catarinense mais forte, e também mais determinada. Se somos referência em produção de suínos no mundo, podemos receber mais pelo produto que há tantos anos estamos investindo. Esse o foco principal da ACCS. A bandeira que está sempre no topo das ações, das realizações, do dia a dia.

A nossa missão: "Promover a suinocultura catarinense, priorizando a melhoria na qualidade de vida do produtor, o desenvolvimento autossustentável da atividade, com segurança alimentar ao consumidor", vem sendo cumprida a cada nova etapa.

Gestão Atual ACCS
Desde 2011, a ACCS abraçou um novo formato de atuação. Atender a suinocultura e adequar o setor para os desafios de mercado, de tecnologias, de informação e gestão. O novo foco foi transformar o produtor em "Empresário Rural da Atividade Suinícola” através da profissionalização na gestão da Suinocultura.

Oferecer ao mundo a melhor carne suína produzida, mudar a imagem do produto diante do público consumidor, ampliar a visão de mercado e de oportunidades ao suinocultor, sempre aliados às indústrias, governos e outras entidades passou a ser o objetivo da ACCS.

De portas abertas a todos, a Associação Catarinense de Criadores de Suínos conduz as principais ações do setor, através de sua equipe de colaboradores, liderados pelo atual presidente e sua diretoria.

Recebendo pessoalmente os suinocultores catarinenses, participando de seminários, reuniões, eventos e oferecendo atendimento diferenciado, trocando experiências e prestando um serviço exclusivo ao associado. A ACCS tornou-se uma Entidade com produtos ainda mais eficientes a oferecer ao setor suinícola.

Através das visitas de nossos veterinários em granjas associadas melhoramos a qualidade do atendimento ao suinocultor. Trabalho voltado para a rastreabilidade e qualidade da suinocultura.

Para atender a demanda do setor, a ACCS voltou a administrar a Central de Sêmen com o desafio de tecnificar até mesmo o pequeno produtor através do melhoramento genético.

Passamos a participar da formação de preços, através da Bolsa de Suínos, definida todas as semanas, com a participação de todas as regiões do Estado e também de estados produtores de carne suína.

Abraçamos projetos definitivos para a gestão da suinocultura. Nossos treinamentos técnicos, aulas presenciais, cursos para produtores independentes e integrados, sempre ao lado de entidades parceiras, como Faesc/Senar-SC, Governo do Estado, Sindicarne, Embrapa Suínos e Aves e outras organizações, além das indústrias, tudo isso para mudar a forma de condução das empresas rurais e aproximar o setor do objetivo principal que é a remuneração justa para a qualidade de vida no campo.

Criamos a COASC - Cooperativa Agroindustrial dos Suinocultores Catarinenses, através da compra em conjunto e do cooperativismo buscamos como resultado a redução de custos ao setor e uma maior integração entre todos.

Criamos a Frente Parlamentar da Suinocultura na Alesc para a implantação de políticas e fortalecimento do setor.

Estamos cada vez mais presentes nos principais eventos do Setor e nas campanhas de Incentivo ao Consumo de Carne Suína. Idealizamos uma proposta inédita ao setor. Como forma de integrar, confraternizar, avaliar e planejar metas anualmente, criamos o Encontro de Produtores de Material Genético de Santa Catarina, evento que fortalece a ligação entre ACCS e associados.

Oportunidades e Desafios ACCS
Nestes 55 Anos de História, a ACCS criou um elo único e duradouro com o setor da suinocultura e com a sociedade, criando oportunidades aos associados:

Nas frentes políticas: importantes eventos que contribuíram para o avanço do setor em momentos de dificuldades e de oportunidades.

No setor industrial: Somos aliados na busca de alternativas ao Mercado de Carne Suína no Brasil e no Mundo. Ao lado das indústrias, acompanhando missões internacionais para a expansão do mercado da carne suína, e de tecnologias.

Diante das Entidades: a ACCS conquistou confiança, responsabilidade por representar outras organizações nos principais momentos do setor.

Para a Imprensa do Agronegócio: Somos responsáveis por gerar conteúdo, promover a informação mais completa aos suinocultores e a suinocultura Brasileira.

Diante da Educação passamos a contribuir. Aplicamos a tecnologia das mídias sociais na suinocultura e estudantes universitários acompanham diariamente as séries de reportagens especiais sobre a suinocultura Catarinense.

Responsabilidades
Nosso dever ao setor segue sendo cumprido. Os desafios aumentam a cada dia. A suinocultura catarinense está preparada para atender a mercados cada vez mais exigente, profissionalizado e promissor. A ACCS é parte dessa história, e continuará ativa, viva, pulsando ainda mais forte no peito de cada suinocultor deste Estado e País.

A Diretoria e equipe da ACCS se orgulha a cada dia por poder fazer parte desta história e construir este quebra cabeças com muito amor e carinho, pois tem a certeza que a cada peça encaixada trará mais qualidade de vida no campo com maior segurança alimentar ao consumidor.

Parabéns produtor, por 55 Anos de História em nossa Entidade, contribuindo com a Suinocultura Catarinense.

Assista abaixo o Vídeo Institucional da ACCS


A solenidade histórica para a ACCS foi realizada no dia 23 de Julho, na cidade berço da suinocultura catarinense e brasileira, Concórdia (SC). Suinocultores, representantes do setor, autoridades, imprensa e convidados participaram do evento. Durante a Solenidade, além de homenagens às granjas com mais de 25 Anos de Registro Afixo na ACCS, homenagem as Entidades e aos Amigos da Suinocultura, a ACCS apresentou em vídeo um Resgate Histórico da Entidade e da Suinocultura Catarinense.

Assista ao Evento de Comemoração aos 55 Anos da ACCS:

Veja as Fotos da Solenidade de 55 Anos da ACCS - Clique aqui

Conheça as Granjas Homenageadas pela ACCS na Solenidade em Comemoração aos 55 Anos de História da Entidade.

Granja São Roque - Clair Eloy Dariva – 27 Anos de Registro Afixo ACCS


Granja Master – Mário Lanznaster – 30 Anos de Registro Afixo ACCS

 

Granja Regina – Antoninho Iagher - 32 Anos de Registro Afixo ACCS


Granja Aurora – Cooperativa Central Aurora – 34 Anos de Registro Afixo ACCS


Granja Embrapa – Embrapa Suínos e Aves – 35 Anos de Registro Afixo ACCS


Granja Rio do Peixe I e II – Família Tessaro – 38 Anos de Registro Afixo ACCS


Granja Bagdá - Oraldi Martelli - 44 Anos de Registro Afixo ACCS


Granja Pery - Ovídio Mores e Angelo Mores - 52 Anos de Registro Afixo ACCS

 

Granja Suruvi – Clair Antônio Lusa e Clóvis Narciso Lusa – 53 Anos de Registro Afixo ACCS

 

Granja Sadia – Sadia BRF – 58 Anos de Registro Afixo ACCS

 
 
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
CEP: 89700-089
Diretoria
Granjas de Material Genético
50 anos de ACCS
55 anos de ACCS
Relatórios Anuais
Frente Parlamentar
Núcleos e Associações
50 anos ACCS
55 anos ACCS
Rádio ACCS
TV ACCS
Notícias
Links da Suinocultura
Receitas
Newsletter
Agenda de Eventos
Previsão do Tempo
Galeria de Fotos
© - Ideia Good - Soluções para Internet