Suíno Preço Base
Cooper Central Aurora: R$ 3,10
Pamplona: R$ 3,10
BRF (Sadia/Perdigão): R$ 3,00
JBS Foods: R$ 3,10
+ Bonificação de Carcaça (Média da Bonificação 10%)

Ver Histórico

Bolsa de Suínos
Santa Catarina: R$ 3,80
São Paulo: R$ 4,26
Minas Gerais: R$ 4,60
Paraná: R$ 4,10

Ver Histórico

Mercado de Grãos - Santa Catarina
Milho: R$ 30,00 (Referência Copérdia)
Farelo de Soja: R$ 1,20

Ver Histórico

 
Links da Suinocultura
ABCS
ABPA
CANAL RURAL
CEPEA
CIDASC
CNA
EMBRAPA
FAESC SENAR/SC
FATMA
MAPA
MDIC
NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
O PRESENTE RURAL
PÁGINA RURAL
PORKWORLD
SAFRAS & MERCADO
SEC. DA AGRICULTURA
SUINO.COM
SUINOCULTURA INDUSTRIAL
TERRA VIVA
 
ou data:
NOTÍCIAS DA ACCS
18/05/2017 às 8h53
Atualizada em 18/05/2017 - 10h00
Redução permanente do ICMS tramita na Alesc
Deputados que representam o agronegócio demonstraram apoio ao pleito dos suinocultores
Compartilhe esta notícia:


Deputado José Nei Ascari e deputado Natalino Lázare (Foto: Tiago Rafael/ACCS)

O presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), deputado Natalino Lázare, articula no parlamento a redução do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na comercialização de suínos vivos para outros estados. O objetivo é de que o tributo seja reduzido pela metade, passando de 12% para 6%. A medida vai garantir competitividade aos produtores no mercado interno, já que muitos ainda trabalham sem margem de lucro, pois ainda arcam com os prejuízos deixados pelas crises.

A redução do ICMS tem o apoio dos sete parlamentares da Comissão de Agricultura e também do presidente da Frente Parlamentar da Suinocultura, José Nei Ascari. A diminuição da alíquota do ICMS ganhou força nos últimos dias, já que os deputados do Rio Grande do Sul aprovaram, na semana passada, uma lei fixando o tributo em 6%. “É preciso tratar deste assunto e estabelecer uma alíquota única, caso contrário os pequenos suinocultores, em especial, serão muito prejudicados”, alerta o deputado Natalino Lázare.
 
A Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS) defende que os três estados do Sul precisam formalizar uma alíquota única, assegurando mais competitividade na venda de suínos não absorvidos pelos estados. No ano passado, época em que a suinocultura atravessou uma de suas piores crises, a redução do ICMS reivindicada pela ACCS foi aplicada pelo Governo do Estado entre os meses de março e dezembro.

Em entrevista ao canal Rural, o presidente da ACCS, Losivanio Luiz de Lorenzi, explica que, para agilizar o pedido, a redução do ICMS pode ocorrer através de decreto do Governo do Estado. Caso contrário, o pleito deve tramitar via Projeto de Lei na Alesc, com base na decisão ocorrida no Rio Grande do Sul. “Esperamos ter uma resposta do governo até a metade da próxima semana. Caso ela seja negativa, vamos trabalhar através de Projeto de Lei na Alesc”.

Desde a operação Carne Fraca, a desvalorização do valor pago pelo quilo do suíno vivo ao produtor integrado foi de R$ 0,20 e de R$ 0,50 ao independente. “Isso traz um grande desanimo para o setor. Viemos de várias crises e de renegociações de dívidas para nos manter na atividade. O produtor precisa ter margem de lucro que garanta qualidade de vida no campo”.

Fonte: ACCS
 
Comentário
 
      Nenhum comentário para esta notícia!
Deixe seu Comentário para a notícia "Redução permanente do ICMS tramita na Alesc"
(*) - Todos os campos são de preenchimento obrigatório.
Seu Nome*:
Seu E-mail*:
(o email não será publicado)
Cidade*:
Estado*:
Comentário*:
  500 caracteres restantes.
Eu li e aceito as regras de publicação de comentários. VER REGRAS

VEJA TAMBÉM - Outras Notícias da Categoria NOTÍCIAS DA ACCS
22/08/2017 - ACCS participa da entrega do Troféu Desbravador
​A ACCS participou na noite da última sexta-feira (18) da entrega do Troféu Desbravador, edição 2017, no Centro de Cultura e...
21/08/2017 - Expo Peritiba mostra a força do agronegócio de Santa Catarina
Com o objetivo de valorizar o agronegócio e os setores da indústria e do comércio, foi realizada a 2ª Expo Peritiba, de 18 a 20 de...
11/08/2017 - Artigo: Funrural – Parcelamento de débitos
Diante da lamentável notícia de que o Supremo Tribunal Federal alterou o seu entendimento em relação ao Funrural, posicionando-se...
11/08/2017 - ACCS: uma história de luta pautada na suinocultura
Ao longo dos últimos 58 anos, uma das entidades mais representativas do agronegócio, a Associação Catarinense de Criadores de...
10/08/2017 - Suinocultores vislumbram momento positivo
A remuneração paga ao produtor integrado voltou a reagir nesta semana, com as principais agroindústrias reajustando em R$ 0,10 o...
05/08/2017 - Termo de Nomeação
TERMO DE NOMEAÇÃO DA COMISSÃO ELEITORAL PARA A ELEIÇÃO DA ACCS PERÍODO 2018/2022   O Presidente da Associação Catarinense...
05/08/2017 - Normas eleitorais da ACCS
Conforme disciplina o Artigo 28 do Estatuto Social da ACCS, a eleição deverá obedecer às normas eleitorais aprovadas pelo Conselho...
09/08/2017 - ACCS solicita redução permanente do ICMS cobrado na venda de suínos vivos para outros estados
Durante agenda de compromissos em Florianópolis, o presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), Losivanio...
07/08/2017 - Estabilidade na bolsa de suínos de SC
A bolsa de suínos de Santa Catarina não tem alteração nesta semana, com o quilo do animal vivo valendo R$ 3,80 no mercado...
07/08/2017 - Presidente da ACCS entrega convite do SIAVS ao governador de SC
A pedido do presidente da ABPA, Francisco Turra, o presidente da ACCS, Losivanio Luiz de Lorenzi, entregou ao governador de Santa...
 
 
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
CEP: 89700-089
Diretoria
Granjas de Material Genético
50 anos de ACCS
55 anos de ACCS
Relatórios Anuais
Frente Parlamentar
Núcleos e Associações
50 anos ACCS
55 anos ACCS
Rádio ACCS
TV ACCS
Notícias
Links da Suinocultura
Receitas
Newsletter
Agenda de Eventos
Previsão do Tempo
Galeria de Fotos
© - Ideia Good - Soluções para Internet