Suíno Preço Base
Cooper Central Aurora: R$ 2,80
Pamplona: R$ 2,80
BRF (Sadia/Perdigão): R$ 3,00
JBS Foods: R$ 2,90
+ Bonificação de Carcaça (Média da Bonificação 10%)

Ver Histórico

Bolsa de Suínos
Santa Catarina: R$ 3,60
São Paulo: R$ 3,79
Minas Gerais: R$ 4,00
Paraná: R$ 4,00

Ver Histórico

Mercado de Grãos - Santa Catarina
Milho: R$ 46,90 (Referência Copérdia)
Farelo de Soja: R$ 1,70

Ver Histórico

 
Links da Suinocultura
ABCS
ABPA
CANAL RURAL
CEPEA
CIDASC
CNA
EMBRAPA
FAESC SENAR/SC
FATMA
MAPA
MDIC
NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
O PRESENTE RURAL
PÁGINA RURAL
PORKWORLD
SAFRAS & MERCADO
SEC. DA AGRICULTURA
SUINO.COM
SUINOCULTURA INDUSTRIAL
TERRA VIVA
 
ou data:
NOTÍCIAS DE MERCADO
01/03/2018 às 7h41
Sistema CNA/SENAR/ICNA e Grupo Bandeirantes lançam projeto "Agro forte. Brasil forte"
Objetivo do projeto é melhorar a qualificação profissional e apresentar as ações do setor agropecuário para a sociedade brasileira
Compartilhe esta notícia:


Evento foi acompanhado pelo presidente da ACCS, Losivanio Luiz de Lorenzi e ouras lideranças do agronegócio catarinense

O Sistema CNA/SENAR/ICNA e o Grupo Bandeirantes lançaram na quarta (28) o projeto “Agro forte. Brasil forte”, uma parceria para levar informação, conhecimento, assistência técnica e gerencial, qualificação profissional e educação aos produtores rurais de todo o país, além de divulgar as ações do setor agropecuário para toda a sociedade brasileira.
 
A cerimônia ocorreu na sede da CNA, em Brasília, com a presença de presidentes e representantes de Federações, dirigentes de entidades do setor, parlamentares e autoridades.
 
Com esta parceria, a ideia é aprimorar ainda mais o diálogo com o campo, a partir da produção e veiculação de conteúdo sobre os principais projetos da Confederação da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e do Instituto CNA nas emissoras do grupo.
 
O Sistema CNA/SENAR/ICNA busca, também, aumentar os canais de comunicação com a sociedade brasileira, mostrando as contribuições do produtor rural para a economia nacional e para a preservação do meio ambiente, ampliando os canais de comunicação entre campo e cidade.
 
No início de seu discurso, o presidente da CNA, João Martins, afirmou que a parceria não é uma iniciativa “isolada e pontual”, mas uma nova estratégia de ação que visa, por meio de um grande esforço de comunicação, “articular o mundo da produção agropecuária com seus milhares de produtores, conectando-o com o conjunto da sociedade brasileira”.
 
Ao dizer que o agro completou a ocupação humana do território brasileiro, transformando em riqueza os imensos vazios que marcavam nossa geografia, Martins destacou que os “produtores rurais brasileiros produzem em um nível tecnológico que se situa no estado da arte e competindo, com vantagem, com os melhores produtores do mundo”.
 
“Nossa produção, em todas as latitudes, é cada vez mais sustentável, ocupando parcela ínfima do território e, mesmo assim, explorando-o com cuidado”, afirmou.
 
Para Martins, “no universo confuso e desorientador das guerras culturais que incendeiam as redes sociais, o mundo rural é frequentemente visto com preconceito. E os efeitos destes preconceitos custam muito caro a todos nós”. “O mundo rural não pode continuar passivo diante destes conflitos ideológicos” e, por isso, foi concluída a parceria com o Grupo Bandeirantes, “defensor permanente de nossos valores e de nossas realidades”.
 
Nos espaços da TV e no rádio, “vamos mostrar aos brasileiros nossas virtuosas realidades, transmitindo uma imagem sem retoques, mas também sem distorções”. O objetivo é usar o Canal Terra Viva para “comunicar melhor e mais sistematicamente com os nossos produtores, em todo o país, divulgando o trabalho de qualificação profissional executado pelo Senar e as ações e projetos do nosso sistema CNA”.
 
Por fim, o presidente da CNA disse que será possível extrair do acordo de cooperação muitos benefícios para o mundo rural e para o país. “Vamos mostrar a todos que agro forte é Brasil forte”.
 
O presidente do Grupo Bandeirantes, João Carlos Saad, ressaltou que João Martins, com seu jeito simples e sincero, conseguiu unir o setor, e “é fundamental que o setor esteja unido”.
 
Sobre a parceria, ele citou exemplos do que deve ser mostrado do trabalho do setor agropecuário, como a preservação do meio ambiente no Brasil pelo produtor rural. “Ao contrário de outros países, nós preservamos áreas produtivas. Isso foi mostrado e é preciso mostrar muito mais”, afirmou Saad.
 
Saad mencionou, ainda, as tecnologias de produção que garantem mais de uma safra por ano ao país. “Quanto mais divulgarmos coisas positivas sobre o campo, melhor. Nossa batalha é boa porque não estamos mentindo. O que temos de mostrar é a verdade”.
 
Neste contexto, o presidente do Grupo Bandeirantes defendeu o fortalecimento ainda maior das entidades do setor agropecuário na defesa dos interesses do produtor para repercutir as ações do agro nas emissoras do grupo. “Continuaremos sempre ao lado de quem planta e cria”.
 
Para o diretor-geral do Senar, Daniel Carrara, a iniciativa vai ajudar a fortalecer a comunicação do setor agropecuário com a população em geral. Essa parceria, completou, representa a oportunidade de falar mais sobre o agro, tanto para o produtor quanto para a sociedade como um todo.
 
“A ideia é levar ao produtor rural não só informações mercadológicas, econômicas, mas também tecnológicas junto com o Senar, além de trabalhar bastante a transferência de tecnologia e investir bastante em educação à distância. Nossa expectativa é que nós consigamos atingir mais ainda o interior do nosso país com informações de qualidade que vão ajudar o produtor a ter renda”, disse Carrara.
 
Parceria – O projeto "Agro forte. Brasil forte" terá uma programação diária de conteúdo e informações do Sistema CNA/SENAR/ICNA. No Canal Terra Viva, haverá uma revista eletrônica de 30 minutos aos domingos, reprisada nas segundas e quartas com reportagens especiais. A data de estreia do primeiro programa será no dia 4 de março, às 9h30.
 
Também será veiculado um programa de 15 minutos sobre educação aos sábados, com reapresentações as segundas e quintas, com a exibição do primeiro programa no dia 10 de março, às 8h45, além de inserções diárias de conteúdo de segunda a sexta, que começam na próxima segunda (5).
 
Na Band News TV, haverá uma inserção diária de segunda a sexta, enquanto na Band News FM o material será divulgado em três boletins diários nas segundas, quartas e sextas. Nas duas emissoras, o início da divulgação do conteúdo será também na segunda (5).

Fonte: CNA Brasil
 
Comentário
 
      Nenhum comentário para esta notícia!
Deixe seu Comentário para a notícia "Sistema CNA/SENAR/ICNA e Grupo Bandeirantes lançam projeto "Agro forte. Brasil forte""
(*) - Todos os campos são de preenchimento obrigatório.
Seu Nome*:
Seu E-mail*:
(o email não será publicado)
Cidade*:
Estado*:
Comentário*:
  500 caracteres restantes.
Eu li e aceito as regras de publicação de comentários. VER REGRAS

VEJA TAMBÉM - Outras Notícias da Categoria NOTÍCIAS DE MERCADO
21/06/2018 - ARTIGO – Eleições e debate econômico
Tenho fé nas instituições republicanas e confio na vocação democrática da sociedade brasileira. Mas isso não me impede de olhar...
21/06/2018 - BRF de Concórdia concede férias coletivas a 1.700 funcionários
A unidade de abate de aves da BRF em Concórdia deve dar férias coletivas a 1.700 funcionários, conforme anúncio feito pela empresa...
21/06/2018 - Em viagem para reunião do BRICS, Maggi vai tratar de embargos da China e Rússia
Em viagem para reunião dos ministros da Agricultura dos BRICS na África do Sul, o ministro Blairo Maggi disse que aproveitará para...
1 Comentário
20/06/2018 - Logística do milho é tema de reunião na FIESC
A logística do milho será tema de reunião nesta quinta-feira dia 21 de junho, às 13h30, na Federação das Indústrias de Santa...
19/06/2018 - Ação da ACCS beneficia produtores com restituição do salário-educação
No ano de 2010 a Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS) ingressou com uma ação coletiva para que os produtores...
19/06/2018 - Custo de produção do quilo de suíno vivo passa dos 4 reais em maio
O custo de produção do quilo de suíno vivo no mês de maio chegou aos R$ 4,07 em Santa Catarina segundo a CIAS, a Central de...
18/06/2018 - Ministério da Agricultura sai da fiscalização de produtos artesanais
A lei 13.680/18 que tira do Ministério da Agricultura a fiscalização de produtos artesanais de origem animal, como queijos,...
18/06/2018 - Influência dos consumidores cresce e modifica a produção
Apesar de o Brasil ainda ser um país de baixa escolaridade (51% concluiu apenas o ensino fundamental e há elevado índice de...
15/06/2018 - Abate de bovinos e suínos cresce no 1º trimestre no país; frango recua
O abate de bovinos e suínos no país cresceu nos três primeiros meses de 2018, mas o de frango recuou - entre outros fatores, pelo...
15/06/2018 - Carne de frango e suína brasileiras marcam presença na Copa do Mundo
A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos...
 
 
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
CEP: 89700-089
Diretoria
Granjas de Material Genético
50 anos de ACCS
55 anos de ACCS
Relatórios Anuais
Frente Parlamentar
Núcleos e Associações
50 anos ACCS
55 anos ACCS
Rádio ACCS
TV ACCS
Notícias
Links da Suinocultura
Receitas
Newsletter
Agenda de Eventos
Previsão do Tempo
Galeria de Fotos
© - Ideia Good - Soluções para Internet