24/05/2019 - 14h
ACCS tem contas aprovadas
Representantes dos núcleos municipais e regionais da Associação participaram de Assembleia Geral Ordinária realizada na manhã desta sexta-feira (24)

Representantes dos núcleos municipais e regionais da ACCS participaram nesta sexta-feira (24) da Assembleia Geral Ordinária da entidade. Na oportunidade, as contas referentes ao ano de 2018 foram aprovadas por unanimidade e sem ressalvas. A reunião serviu também para apresentar aos suinocultores quais são as principais ações de uma das entidades mais representativas da suinocultura brasileira, que neste ano comemora 60 anos.



O presidente da Associação, Losivanio Luiz de Lorenzi também apresentou os números da suinocultura referentes ao ano passado e fez projeções para 2019. “Toda a nossa equipe e diretoria faz um trabalho diferenciado e com muito zelo pelos valores que entram na Associação. A cada ano conseguimos desenvolver novas ações e que impactam na melhoria de vida do produtor, seja ele independente, integrado ou cooperado”.



CONSELHO FISCAL



O conselho fiscal analisou detalhadamente a saúde financeira da entidade e de que forma os recursos estão sendo aplicados. Para garantir mais transparência, a ACCS também passa pelo crivo de uma auditoria externa. “Todos os anos o conselho fiscal solicita a auditoria externa. Mais uma vez apresentamos aos membros todo o levantamento feito com base em documentos e o parecer foi pela aprovação das contas referentes ao ano de 2018”, afirma José Alberto Olmi, responsável pela auditoria externa da ACCS.

 








Ele também detalha que as contas da entidade estão equilibradas e sem dívidas. “No cenário em que todas as associações atravessam por fortes crises, a ACCS continua o trabalho de divulgação da carne suína e a defesa dos produtores. Se os suinocultores estiverem unidos em torno de uma associação, eles conseguem ter mais força. A organização traz um resultado melhor”.



Quem também ressalta as ações da entidade em prol da suinocultura de Santa Catarina é o vice-presidente Vilson Spessatto. “A ACCS sempre se preocupa com todos os suinocultores do Estado, sejam independentes ou integrados”.



O suinocultor e presidente do Núcleo Municipal de Tunápolis, Elder Spies, que participou pela primeira vez da assembleia, destaca a transparência na prestação de contas. “Todo o sistema brasileiro de criação de suínos reconhece o trabalho desenvolvido pela ACCS. Muitas vezes a equipe precisa deixar a família um pouco de lado para buscar as melhores alternativas para o setor. Por isso parabenizamos todos os colaboradores e a diretoria da Associação”.  



PLANEJAMENTO PARA 2019

 



  • - Maior interferência na política para a melhoria da renda no campo, através de políticas para o setor;

  • - Participando nas discussões para o recolhimento de animais mortos;

  • - Participação nas questões ambientais e sanitárias;

  • - Abertura da Rota do Milho;

  • - Formalização de parcerias com o Paraguai;

  • - Trabalhos de Gestão com as CADECs;

  • - Maior participação com o cooperativismo;

  • - Ampliação da Central de Difusão Genética;

  • - Formação da Frente Parlamentar da Suinocultura;

  • - Fazer Do grupo Bolsa Brasil de Suínos (BBS) referência de preços para o produtor em SC;

  • - Implantação da tecnologia alemã no Brasil para geração de energia;

  • - Evento em comemoração aos 60 anos da ACCS;

  • - Cozinha ACCS – Edição especial 60 anos (Marketing da carne suína).




Fonte: Tiago Rafael/ACCS
Impresso em: 08/12/2019 às 17:47


ACCS - Associação Catarinense de Criadores de Suínos