ACCS - Associação Catarinense de Criadores de Suínos

Notícias


Praga dos javalis assola agricultura brasileira

Caçador entrevistado fala sobre a série de problemas que o javali pode ocasionar e também das burocracias políticas envolvendo o tema

09/12/2019 às 08h14


O site Terça Livre ouviu na sexta-feira (6/12) o Rafael Salerno, engenheiro agrônomo e um dos líderes do ‘Aqui Tem Javali’, uma rede de voluntários no combate à praga dos javalis no Brasil, que já completou 11 anos de existência e reúne mais de 300 mil agentes ambientais.
 
O engenheiro nos falou da extensão geográfica, dos danos ao meio ambiente e dos prejuízos ao produtor rural causados pela praga. O javali, segundo Rafael, é um animal selvagem que se reproduz em alta velocidade e se espalha pelo país num ritmo incalculável.
 
Salerno explicou como a dificuldade de acesso às armas para caçadores dificultam a defesa do meio ambiente e da produção de alimentos que movem a economia do país. Aprofundando o tema ele também narrou as ameaças às vidas humanas e de animais domésticos, com casos registrados em regiões afastadas dos centros urbanos.
 
Sobre as políticas envolvidas no problema, o entrevistado revelou uma série de empecilhos e discursos vazios que em nada colaboram e muito atrapalham a busca por soluções reais.

Confira o vídeo:


Fonte: Terça Livre



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Fique tranquilo que ele não será exibido junto ao comentário.







Veja Também









Parceiros

AGROCOASC
(49) 3442-6158
PEROZIN INDÚSTRIA METALÚRGICA
(49) 3442-1466
Sky Sollaris
(49) 3442-0072
(49) 99912-8000
DB GENÉTICA SUÍNA
34 3818 2500
AGROCERES PIC - GENÉTICA DE SUÍNOS
(19) 3526-8580
EQUITTEC
(54) 3442-5666
G&S AGRO INFORMÁTICA
49 3566-4381
ORDEMILK LTDA.
(49) 3537-0454
COASC
49 3442 6158
49 8835 0275
MAGNANI - IMPLEMENTOS PARA SUINOCULTURA
49 3452 2266

Newsletter

Fique por dentro das novidades.

Novidades no Whatsapp

 
49 . 3442 0414
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
89700-089

Atendimento:
Segunda à quinta: 07h30 às 12h e 13h30 às 18h.
Sexta-feira: 7h30 às 12h e 13h30 às 17h