ACCS - Associação Catarinense de Criadores de Suínos

Notícias


Cientistas mapeiam genoma do vírus da Peste Suína Africana

Uma equipe de pesquisadores do Reino Unido e da Polônia mapeou a expressão de genes em todo o genoma do vírus da PSA. Isso ajudou a estabelecer a ordem de ativação e a descoberta de novos genes

25/02/2020 às 08h33
Atualizada em 25/02/2020 - 08h51


Os pesquisadores estão conectados ao University College London (UCL), ao Instituto Pirbright e à Universidade de Varsóvia , na Polônia, e tiveram suas pesquisas publicadas no Journal of Virology.
 
Orgulho pode ser lido no resumo do artigo de pesquisa. Os autores escreveram: "Aqui, apresentamos o primeiro estudo de transcriptoma que é necessário para fornecer informações únicas sobre a transcrição de ASFv e serve como recurso para auxiliar futuras análises funcionais dos genes de ASFv (sigla da peste suína em inglês), essenciais para combater esta doença devastadora".
 
30 novos genes descobertos

De acordo com um comunicado de imprensa no site da UCL , a pesquisa poderia fornecer informações vitais para aqueles que desenvolvem vacinas e medicamentos antivirais para prevenir a doença mortal do porco causada pelo vírus. O professor chefe Finn Werner explicou: “Nossos dados mostram que o ASFv possui um método complexo e semelhante a mamífero para controlar a expressão gênica, que usa promotores específicos para permitir que a RNA polimerase diferencie entre quais genes ele deve expressar durante a infecção viral. Nosso estudo também descobriu mais de 30 novos genes que antes eram desconhecidos. ”
 
Em seu estudo, os pesquisadores usaram o sequenciamento da próxima geração para analisar genes expressos pelo ASFv. A partir disso, eles criaram um roteiro genético completo, que revela a ordem em que diferentes conjuntos de genes de ASFv são ativados ao longo de seu ciclo de infecção.
 
O ASFv pode mudar o padrão dos genes ativados
 
Os genes, incluindo os do ASFv, são ativados através de um processo chamado 'transcrição', descreveu a reportagem no site da UCL. Esse processo é realizado por uma máquina molecular chamada RNA polimerase, que serve como 'gatekeeper', garantindo que as informações codificadas no DNA sejam expressas no momento correto durante a infecção. A RNA polimerase encontra genes baseados em sequências específicas de DNA, ou 'promotores', localizados antes de um gene.
 
A equipe de pesquisa demonstrou que os genes expressos durante a infecção precoce têm promotores diferentes daqueles expressos posteriormente, permitindo que o vírus mude o padrão de genes ativados de acordo com o estágio da infecção. Os genes usados ​​para replicação do DNA e evasão do sistema imunológico são ativados no início do ciclo de infecção, enquanto os envolvidos na criação de proteínas para as novas partículas virais são ativados posteriormente.
 
O ASFv possui um genoma de DNA muito grande

A Dra. Linda Dixon é chefe do Grupo ASFv da Pirbright e foi coautora do artigo científico. Em uma notícia no site da Pirbright , ela comentou: “O ASFv possui um genoma de DNA muito grande. Para comparação, o vírus influenza expressa 8 genes, enquanto o ASFv expressa entre 150 e 190, o que até agora dificultou a identificação e a determinação de cada gene pelos cientistas. Nosso estudo ajuda a desvendar quais genes são importantes durante os diferentes estágios da infecção para entender melhor suas funções. ”
 
De acordo com o artigo, avançando o conhecimento da biologia fundamental do ASFv, o estudo fornece informações vitais que ajudarão a progredir na pesquisa de métodos de controle de doenças.

Fonte: Pig Progress



01 COMENTÁRIO - Deixe também o seu Comentário


* Fique tranquilo que ele não será exibido junto ao comentário.




Tania Maria de Paula Lyra comentou em 25/02/2020 as 13:36:49

A Dra Linda Dixon é a maior pesquisadora em PSA. Ela citou num artigo do ano passado o artigo de Tania Freitas e eu denominado -Molecular studies on African swine fever virus from Brazilian isolates. Estudos moleculares do vírus da peste suína africana de isolados brasileiros
Tânia Rosária Pereira Freitas1, Tânia Maria de Paula Lyra2*. O vírus da PSA, isolado no Brasil tem entre 174 a 176 nucleotídeos
Tania Lyra- tanialyra@terra. com.br



Veja Também









Parceiros

G&S AGRO INFORMÁTICA
49 3566-4381
AGROCOASC
(49) 3442-6158
COASC
49 3442 6158
49 8835 0275
SINCOL S/A INDUSTRIA E COMÉRCIO
(49) 3561-5000
(49) 98809-7488
PEROZIN INDÚSTRIA METALÚRGICA
(49) 3442-1466
AGROCERES PIC - GENÉTICA DE SUÍNOS
(19) 3526-8580
TOPGEN
(43)3535-1432
SICOOB CREDIAUC
49 34411300
ORDEMILK LTDA.
(49) 3537-0454
Sky Sollaris
(49) 3442-0072
(49) 99912-8000

Newsletter

Fique por dentro das novidades.

Novidades no Whatsapp

 
49 . 3442 0414
Rua do Comércio, nº 655
Centro, Concórdia / SC
89700-089

Atendimento:
Segunda à quinta: 07h30 às 12h e 13h30 às 18h.
Sexta-feira: 7h30 às 12h e 13h30 às 17h